Um mar extenso de fotografias, com arte e historias. Um Click à terra e à literatura

O pior da crise

Se a Crise realmente já nos afeta tanto, pela falta de trabalho, pela falta de dinheiro, de menos direitos, de subidas de impostos e subidas de tudo o quanto necessitamos.

Ainda encontrei no meio desta crise algo que me custou durante 3 meses a passar.

Tinha um trabalho, estava contente por ter conseguido achar um trabalho e por ter sido escolhida entre tanta gente, (mas esta escolha também teve a sua peripécia, foi por um triz), não sei se lhe chamar de sorte ou de azar.

Finais de Março, dia 27 iniciava eu uma nova atividade, uma loja de produtos naturais, do qual surgiu toda a curiosidade por aprender sobre todos os elementos naturais, era um par-time de 4 horas, 20 horas semanais, poderia ganhar pouco mas ganhava algo, o suficiente para os gastos escolares e deslocações, e melhor poderia assistir às aulas, era quase tudo perfeito.

O primeiro mês passeio empenhada no estudo sistemático das plantas e com a escola, criei um ficheiro enorme sobre quase todas as plantas e produtos em loja, mas que ficheiro, tinha de tudo, referência, marca o produto, a composição, as suas indicações seja para uso interno ou externo, e ainda se para a culinária, tinha as datas de validade, os preços e um pouco mais, ao mesmo tempo comecei a contribuir para um blog, do quel ainda participo e vou continuar a colocar toda a informação que recolho.

Contudo no final do mês de Abril descobri que a entidade estava a passar por dificuldades, e que os pagamentos eram desfasados, ou seja, ia pagando, pensei que não fosse de muito grave desde que fosse recebendo.

Entretanto, o tempo passou e fui descobrindo mais coisas, não muito boas, e nem favoráveis para a minha pessoa.      Afinal o que recebia vinha tarde muito tarde e era de quando o vento soprava para fazer o favor. Sem dinheiro para a escola, quase sem dinheiros para as deslocações.

Já coloquei o final deste martírio de três meses, do qual era o meu contrato, no meio ainda houve história bem mais hilariantes, mas nem vale a pena contar, só me trouxeram amargura.

Se ao menos houvesse honestidade por parte de quem pertence a entidade, teria ainda alguma compreensão e consideração pela pessoa, mas não foi de todo honesto nem sincero.

Dia 22 de Julho foi o meu último dia, e mesmo assim mantive-me firme e empenhada em manter a loja organizada.

Concluindo, ainda aguardo por uma parte do ordenado do  mês de Abril (com dois feriados), pela totalidade do mês de    Março (onde inclui um feriado e horas extras), o mês de Junho que nem sei como o irá pagar.

Eu fiquei aqui a aguardar para que ele me desse pelo menos uma outra parte do que me deve, tendo já lhe pedido várias vezes, sim, para receber algo tinha de lho pedir.

E ele está ou já foi de férias com a família. De férias.

  Enquanto eu nem para o gasóleo tenho para o fim do mês.

É isto o que considero o pior da crise que até agora me passou.

Desempregada mais uma vez mas sem dinheiro algum, dos 3 meses que trabalhei. (sem direito ao desemprego, esse já se foi à muito)

Ana Sofia Damas Baptista

Anúncios

Comentários a: "O pior da crise" (3)

  1. Muito bem em escreveres o que te aconteceu, mas já fizes-te alguma coisa para recuperar o dinheiro sem ser falar com quem foi de férias ???? sabes que deves e podes denunciar a situação. Não sei se foi o caso, mas não esperes muito de quem não pagou a horas e foi de férias com a familia…..a vi esse filme….. vai ao IDICT (não sei se ainda se chama assim) e pede informações sobre o que deves e podes fazer nesta situação a morada é

    Instituto De Desenvolvimento E Inspecção Das Condições De Trabalho – Idict
    Organismos de Coordenação Económica

    R. D. Dinis, 10-1.º (rua apenas para peões onde se localiza a papelaria central)

    6000-272 Castelo Branco Castelo Branco
    Telefone 272340530

    Fax 272322999

    Beijocas

  2. já fui ao ACT, é o mesmo do que falas, e também à segurança social. mas nunca é demais para reclamar. Se até ao final do mês não vir mais um tostaõ mais uma queixa farei, uma por mês até receber tudo.

  3. Linda, infelizmente existem muitas pessoas assim… já fizeste o que tinhas a fazer, agora aguarda…beijo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: